Temas de assuntos do BLOG

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Nunca duvide de seus sonhos. Testemunho.

Testemunho de vida de uma pessoa maravilhosa: Elaine
Ela postou na comunidade do Orkut "DeCoração sem mistérios" no dia 27/09/2010
obs: Não editei, postei como ela mesma escreveu.

Bom sábado pra todos voces,

Hoje eu quero contar pra voces, depois de muito ensaio, criei coragem, porque apesar de me expor com esse depoimento, acredito que possa ajudar alguém com meu testemunho de vida, então, pra quem tiver paciência de ler, aqui segue um resumo (meio longo, mas resumido) da minha vida, espero que possa de alguma forma ajudar alguém.

TESTEMUNHO DE VIDA

Desde a adolescência meu sonho sempre foi constituir uma família, e embora não tenha na infância presenciado o “lar perfeito” , parece que até as dificuldades de uma vida sofrida reforçaram esse anseio, e cresci com ele. Amadureci precocemente vendo as aflições da minha mãe e desde então a minha contribuição foi com muito trabalho e dedicação para proporcionar dias melhores à ela e à minha família. Minha mãe sempre lutadora parecia não ter medo de nada, enfrentava a vida com coragem e encarava os desafios que vinham pela frente com seus três filhos pequenos, muita luta e um marido sonhador e alheio .
Então desde cedo aprendi com dureza que não bastava apenas sonhar, era necessário buscar com muito empenho aquilo que era o objeto do sonho, e o que pra muitos poderia vir tão facilmente, pra mim foi bem diferente.

O começo de tudo...
O sonho de Elaine era ao mesmo tempo simples e complicado. Construir a sua família. Todos diziam para ela: "Como encontrará o companheiro que tanto sonha se sua rotina está sempre resumida em trabalho."
Em algum outro lugar, estava Hamilton, mesmos sonhos, outros caminhos.
Como encontrarei a companheira que tanto sonho, se busco uma pessoa caseira, diferente de todas que freqüentam a vida noturna e os lugares onde costumo estar ela nunca estará.

E o tempo foi passando...
Uma bela noite, ela resolveu aceitar um convite de suas colegas de trabalho, e lá estava ela numa mesa de uma lanchonete, tomando um refrigerante e se sentindo um peixe fora d’água, enquanto suas amigas se divertiam na pista de dança. Do outro lado do salão, outra mesa... e lá estava ele, olhando para ela.
Sua memória não parecia traí-lo, ele já havia visto aquela moça em seu local de trabalho, isso mesmo, pertenciam a mesma empresa, e naquele momento, ele a reconheceu, lembrou que já havia observado o jeito dela, numa das suas aparições naquela filial.
Sim, era ela mesmo, foi naquela mesa de escritório onde a viu pela primeira vez, e agora estava novamente diante dela.
Se houver ao menos um olhar, me aproximo para conversar. Esperou, esperou, esperou.... mas ela nem sequer olhou naquela direção, não sabia que o seu futuro estava ali, sentado naquela mesa.

E o tempo foi passando....
Passaram-se um, dois, três, quatro, cinco anos se passaram.
E agora, o único ponto em comum, se desfazia.
Ela já não pertencia mais a mesma empresa que ele, e o que antes poderia ser um caminho para um possível reencontro, agora era apenas passado, pois agora sua vida seguiria outro rumo, ela desligou-se dos doze anos de trabalho intenso, para iniciar seu curso de esteticista, na tentativa de mudar de vida.

Mas quando tudo parecia ter um fim, sem que os próprios autores dessa história imaginassem que houve um começo, um novo acontecimento aproxima Hamilton e Elaine.
Um envelope contendo um documento para fins rescisórios, que uma amiga encaminhou, foi entregue na residência de Elaine, e “coinscindentemente” o portador era Hamilton. Isso mesmo, ele estava ali no portão daquela casa sem ao menos sonhar que quem receberia aquele envelope seria a Elaine, que um dia, anos atrás, ele olhou, e mal sabia que faria parte do seu futuro, um futuro que Deus nos daria de presente.

E esse foi só um dos presentes que Deus nos deu, depois que nos unimos em casamento, a vida nos trouxe em meio a um terrível acontecimento algo tão maravilhoso que ultrapassaria todo e qualquer sofrimento que pudesse ofuscar nossa felicidade.

Como tudo em minha vida, ter um filho também não foi fácil, e o que pra maioria acontece sem querer, pra mim foi um novo episódio difícil. A primeira gravidez veio após um ano de casamento, e tudo parecia perfeito e tudo parecia perfeito e caminhando bem, fui radiante de felicidade para fazer meu primeiro ultrassom acompanhada pelo amor da minha vida que também não se cabia em si de felicidade. Mas qual não foi a nossa triste surpresa quando com muito cuidado o médico nos deu a notícia de que aquele feto já não tinha vida em meu útero e que seu coraçãozinho já não tinha batimentos. Naquele momento nosso mundo desabou, e nada parecia ter encanto mais, não conseguíamos enxergar um futuro, um futuro que Deus recompensaria todo esse sofrimento.

E passaram-se mais dois anos, e num consultório médico lá estávamos, eu e meu esposo, com vários pedidos de exames na tentativa de realizar o grande sonho das nossas vidas, ter um filho. Essa médica, indicada por uma amiga, que me deu toda a orientação, apoio e tranqüilidade, tinha em suas mãos um exame meu feito anteriormente, o mesmo exame que um dia lá na frente seria motivo de muito sofrimento, mas naquele momento, por um “erro” de diagnóstico, saí dali com todas as esperanças, e mais que isso, com todas as certezas de que em breve estaria recebendo uma herança de DEUS, e que finalmente tudo iria se completar com a chegada do nosso primeiro filho.
E com os novos pedidos de exame, estava eu feliz da vida aguardando para realizar cada um deles, quando percebi que não seria mais necessário qualquer tipo de investigação, pois o que eu mais queria já estava ali, e levaria nove meses para enfim transformar a minha vida pra sempre.

Quando tudo parecia maravilhoso, porque os primeiros meses mais temerosos já haviam passado, e eu com oito meses de gravidez, transbordando de alegria, percebi que havia algo estranho, e havia mesmo. Aquele mesmo exame que antes não tinha sido corretamente avaliado, agora era justamente o que apontaria um grave problema que nessas alturas já estava em estágio avançado, um câncer .
E foi com oito meses mesmo que iniciei uma nova luta, agora uma luta pela vida. Mas se é nas dificuldades que estamos mais perto do nosso Deus, pude comprovar essa verdade com muita propriedade, pois cada pessoa que aparecia na minha vida eu tinha a certeza quem estava enviando.

Cada um deles, instrumento indiscutível de Deus na minha vida:
Minha amiga Gisele que me indicou a médica que me traria todas as condições psicológicas para me passar a segurança que eu precisava depois do trauma da perda do 1º filho, e assim engravidar novamente, essa mesma que não percebeu o meu câncer, louvado seja Deus por isso, pois foi assim que consegui ter uma gravidez tranqüila, e aquela seria a única e última chance que eu teria;
O médico (Dr.Claudinei) que, com muita convicção, detectou o problema aos meus oito meses de gravidez; momento crucial para evitar o pior;
O médico ( Dr. Rinaldo Bianchi) que, tendo me conhecido em meu local de trabalho, sem qualquer ligação pessoal, que pra mim era apenas um cliente, se interviu na minha vida de forma surpreendente, e foi ele que na hora mais difícil da minha vida, me passou toda a segurança de que a minha Bárbara, que ele trouxe ao mundo numa cirurgia cesariana antecipada, estaria em breve fazendo parte da minha vida;
O médico (Dr. Daniel Cubero), que foi um verdadeiro anjo aqui na terra, que acertou em cheio em meu tratamento, longo e duro tratamento que me traria a cura.
Todas estas pessoas eu guardo num lugar muito especial, pois são responsáveis por tudo que hoje eu posso usufruir, e é claro que que acima de tudo o meu Deus, que colocou cada uma delas no meu caminho, é o motivo da minha eterna gratidão, cada minuto da minha existência.

E pra você, que busca por um sonho, não duvide NUNCA, entrega tudo para Aquele que tudo sabe e tudo vê. Aquele que te sutenta e te ampara, mas também não invade a sua vida se você não quiser, se você não deixar, se você não confiar. Mas se você entregar a Ele a sua vida, não terá dúvidas de que ele está a frente de tudo que acontece de bom e de ruim, de alegrias e de sofrimentos, de lutas e descanso, mas que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus. 

Fonte da imagem de Elaine e da Família: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=423414&tid=5535229559027648305&na=4&nst=292&nid=423414-5535229559027648305-5544171307282445909


2 comentários:

  1. emocionante o depoimento!
    Que Deus abençoe essa família!

    ResponderExcluir
  2. Pois é Rafa! E foi ela quem fez a fachada da minha casa! ; )

    ResponderExcluir